BR Entrar no site em português: A maior rede de torcedores da Libertadores também em português FECHAR
Comparte esta nota
0 0 0
Notas
0
Lecturas
...

Produção gaúcha, charme alemão: os detalhes da cobertura do Beira-Rio

CLUBE DO POVO
Brasil Inter

9 Notas publicadas

Popularidad:
0 0 0

 

 
Header o Novo Beira Rio (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)
Projeto da nova cobertura do Beira-Rio (Foto: Inter / DVG)Estrutura começa a ser montada após o Brasileiro
(Foto: Inter / DVG)

 

 

 

 

Em um estádio marcado por ter na história a participação popular na construção, nada mais justo do que a reformulação do Beira-Rio tenha mão de obra gaúcha de forma intensiva. Pois a nova cobertura começou a ser produzida pela empresa Sulmeta Construções, situada em Nova Bassano, localizada na região nordeste do Rio Grande do Sul. E, se a produção terá jeitinho local, o “charme” virá da Alemanha, com a membrana que ilumina a casa do Bayern de Munique, a Allianz Arena. A tecnologia do futuro teto do estádio é a primeira de uma série semanal de reportagens do GLOBOESPORTE.COM sobre a evolução da obra colorada.

Sonhada por dez em cada dez colorados, a cobertura começou a se tornar real em outubro. A Sulmeta iniciou o processo de fabricação das 4 mil toneladas de aço materializadas em 65 folhas para cobrir o estádio e fazer com que o torcedor retome o orgulho de assistir às partidas em casa.


- Estamos realizados e esperançosos nesse projeto. A companhia se tornou colorada. Mostra a força do Rio Grande do Sul. Estávamos competindo com empresas de fora. Acho que levamos vantagem com o prazo apertado. Em uma empresa da China, seriam necessários dois meses de transporte de navio e ainda poderia aumentar o período aqui no porto - explica Evandro Reis de Oliveira, coordenador de projeto da Sulmeta.

A montagem em si, quando será possível ver a cobertura tomar forma sobre as arquibancadas do Beira-Rio, iniciará assim que o Inter cumprir o calendário em casa (contra a Portuguesa, em 25 de novembro). Serão então dez meses de instalação, o que aumentará em torno de 70 funcionários trabalhando na obra, especificamente no novo teto. Esse número pode aumentar, dependendo do prazo.

Projeto da nova cobertura do Beira-Rio (Foto: Divulgação)Projeto da nova cobertura do Beira-Rio (Foto: Divulgação)

Como experiência, a companhia gaúcha tem no portfólio a implantação da cobertura do Engenhão, no Rio de Janeiro, o que levou 12 meses de montagem. Ao longo do período de instalação no Beira-Rio, serão enviadas 250 carretas com o material de Nova Bassano para Porto Alegre.

A grandiosidade do projeto fica provada no tamanho de cada chamada “folha”. Serão 60 metros da base até a ponta da estrutura, além de 40 metros de altura, deixando os refletores resguardados por baixo do revestimento. Também houve um estudo para que a cobertura não atrapalhe a iluminação solar, o que é fundamental para o crescimento e a manutenção do gramado.

Estilo Allianz Arena

estádio Allianz Arena final da Liga  (Foto: EFE)Allianz Arena na final da Liga dos Campeões
(Foto: EFE)

Mas não somente da parte metálica, do aço em si, que formará a estrutura. A imponência da obra se formará a partir da chamada membrana PTFE (politetrafluoretileno), tecido preso à cobertura. Fabricada pela Hightex, mesma empresa alemã responsável pela Allianz Arena, é capaz de fazer efeitos de iluminação, possibilitando que cada partida seja um espetáculo à parte. O novo Beira-Rio, por exemplo, poderá ter efeitos em vermelho e branco para os confrontos. Azul? Nem pensar.

- É uma malha de vidro que não estica, extremamente rígida e leve. Com ela, é possível brincar com a iluminação cênica dentro e fora do estádio, como acontece no Allianz Arena. Tem vida útil de pelo menos 30 anos - explica o gerente de obras do Inter, Helio Giaretta.

A tendência é de que essa membrana comece a ser instalada no meio do próximo ano. Serão necessários cerca de seis meses até que fique pronta para iluminar e encantar a região da beira do Guaíba. Como vantagem, conta com superfície autolimpante, o que reduz a necessidade de manutenção periódica.

- Essa iluminação de LED passará efeito visual muito bonito, mas diferente do Allianz Arena, que tem aspecto de pneu. A instalação será feita nos módulos da cobertura. Em condição de fachada, o Beira-Rio será o único estádio brasileiro a utilizar a membrana nesse aspecto visual - conta a diretora da patrimônio do Inter, Diana Oliveira.

Projeto da nova cobertura do Beira-Rio (Foto: Inter / DVG)Projeto da nova cobertura do Beira-Rio (Foto: Inter / DVG)

Depois de um ano complicado, de difícil assinatura com empreiteira e quase interdição do estádio, o presidente Giovanni Luigi não esconde o entusiasmo com o futuro do Beira-Rio. O dirigente também destacou que, mesmo em momentos críticos, com espaço reduzido em casa, o clube não perdeu sócios.

- Ninguém deixou de pagar a mensalidade. Justamente eles sabem que terão estádio coberto, com poltrona. Todos irão usufruir - destaca Luigi.

O sofrimento dos torcedores colorados com eventual mau tempo em Porto Alegre, como tem acontecido com frequência na temporada e diminuído o público, será recompensando. A previsão é de que no final de 2013, o estádio esteja pronto para a Copa do Mundo de 2014, com cobertura para todos.

Estádio Beira-Rio em reforma (Foto: Diego Guichard / GLOBOESPORTE.COM)Novo Beira-Rio ficará pronto em dezembro de 2013 (Foto: Inter, DVG) 

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/internacional/
 
 

 

 

¿Te gustó la nota?
0
0

Noticias relacionadas

Temas

Beira Rio Inter Mundial Porto Alegre Brasil 2014 estadio

Se el primero en dejar un comentario

... COMENTARIOS
Enviar

Lo mas popular

Posts destacados de hoy

Los puntos de vista y opiniones expresadas en este post son solamente las del autor y no representan necesariamente las de Pasión Libertadores.